Artigos

HomeArtigosExercícios - Vencendo a Depressão

Exercícios - Vencendo a Depressão

Olá pessoal, tudo bem, estou aqui de novo para escrever para vocês, e hoje trago um assunto que cada dia mais vem afastando as pessoas do convívio social, a depressão, hoje caracterizada como uma doença.

 Essa doença atinge principalmente a região do cérebro que produzem os neurotransmissores, os sintomas de depressão são bem variados, causando uma falha na produção de serotonina, dopamina e noradrenalina, afeta principalmente a sensação de prazer, dificuldade de concentração, perda de energia, alteração no apetite e no sono. Os sintomas físicos podem ir desde dores de cabeça até sensação de desconforto nos batimentos cardíacos. Hoje se estima que ela atinja entre 3% e 13% da população brasileira sendo 5% a 13% mulheres e de 2 a 7% de homens, como explica Fernando Cendes.

Sabe-se hoje que a Depressão pode ocorrer de duas maneiras, a monopolar, que são aquelas que geralmente só tem algumas fases deprimidas e a mais comum a bipolar que se caracteriza pela alternância de fases, deprimidas com maníacas, de alegria com tristeza e irritação.

A boa notícia é que a depressão tem tratamento, desde que a pessoa procure a ajuda médica necessária, nos casos mais agudos, deve-se iniciar o tratamento com remédios, mas como estou aqui para falar de exercícios, vou provar como eles ajudam no combate a depressão.

O primeiro estudo que vou citar comprovou que o exercício isolado, realizado de 3 a 5 vezes por semana, por 30 minutos reduziram os sintomas depressivos em quase 50% dos indivíduos com idades entre 20 e 45 anos, esses resultados são comparáveis com os resultados de estudos com indivíduos que realizaram o tratamento com antidepressivos. "O efeito que você verifica usando somente exercícios aeróbios é similar ao que você obtém com medicações antidepressivas," disse Dr. Madhukar Trivedi, professor de psiquiatria e diretor do programa de distúrbios de humor de UT Trivedi.

Em outro estudo realizado entre julho de 1998 e outubro de 2001, incluiu 80 pessoas alocadas aleatoriamente em cinco grupos. Dois grupos realizaram exercícios com intensidade moderada, em deles se exercitou 3 dias por semana e o outro cinco dias. Outros dois grupos participaram do experimento realizando exercícios aeróbicos de baixa intensidade em três e cinco dias por semana. O quinto grupo fez exercícios de alongamento de 15 a 20 minutos três dias por semana.

Os resultados desse estudo foram o seguinte: indivíduos dos dois primeiros grupos com intensidade moderada experimentaram um declínio médio de 47% dos sintomas depressivos, depois de doze semanas, aqueles que participaram do terceiro e quarto grupo, com exercício de baixa intensidade mostraram uma redução de 30% nos sintomas, enquanto aqueles do último grupo conseguiram em média 29% de declínio. Planejar o Cardápio é Importante para quem Malha Especialistas estimam que apenas 23% dos indivíduos com depressão clínica buscam tratamento para a doença mental e apenas 10% recebem tratamento adequado. Estima-se que quase 19 milhões de americanos sofram de doença depressiva.

Fonte:
http://www.psicosite.com.br/tra/hum/depressao.htm
Exercise treatment for depression: Efficacy and dose response. Andrea L. Dunn, Madhukar H. Trivedi, James B. Kampert, Camillia G. Clark, Heather O. Chambliss et al. American Journal of Preventive Medicine Vol. 28, Issue 1, Pages 1-8. January 2005.

Facebook

Galeria de Fotos

Vídeo

Entre em Contato

(19) 99538-3833

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

 

Avenida Papa Pio XII nº 847 sala 06 - Jardim Chapadão - Campinas - SP